terça-feira, 7 de setembro de 2010

Módulo 3: Velhice, palavra proibida; terceira idade, expressão quase hegemônica.

video
Velhice, palavra proibida; terceira idade, expressão quase hegemônica.


                                                                      Annamaria da Rocha Jatobá Palacios

                                                                             “A velhice é um processo pessoal, natural, indiscutível e inevitável, para qualquer ser  humano, na evolução da vida. Nessa fase sempre ocorrem mudanças biológicas, fisiológicas, psicossociais, econômicas e políticas que compõe o cotidiano das pessoas.”

O texto aborda o como é difícil o “envelhecimento”, suas alterações fisiológicas que ocorrem ao longo do tempo nos corpos humanos. Numa sociedade que busca a perfeição dos corpos o “ficar velho” provoca alterações que acabam por prejudicar o funcionamento dos órgãos e do organismo em geral, gerando uma série de problemas, doenças, e temores da morte. O estilo de vida que uma pessoa leva pode contribuir bastante para o seu envelhecimento como, por exemplo, o sedentarismo, o ambiente também é um fator que contribui ou não no envelhecimento de um indivíduo, já que estamos expostos as suas alterações de clima, a poluição, o abastecimento sanitário e o excesso de trabalho.


O termo velhice por si só já gera um desconforto muito grande nas pessoas, por remeter a condição de invalidez de incapacidade, por isso hoje, a expressão “ Terceira Idade” traz um outro conceito de envelhecimento ativo, que é manter-se uma pessoa social e intelectualmente ativa. Nesta busca a saúde intelectual e física se dá através das indústrias de cosméticos que nesse processo é de grande valia, já que garantem um “envelhecimento saudável”, ou seja, retardam os sintomas do ficar velho. O processo de envelhecimento pode ser equilibrado através de atividades sociais e de lazer o que proporcionam ao indivíduo, nesta fase, o bem estar para que o mesmo não se sinta excluído da sociedade e incapaz de exercer funções.


O uso da expressão “terceira idade” tem crescido consideravelmente, por nos remeter a uma compreensão de sucessibilidade que existiu algo antes dessa fase ou idade. Trata-se de envelhecer priorizando aparência de jovem, já que nos últimos 50 anos a população da terceira tem crescido. Dessa forma as indústrias passaram a desenvolver o uso técnicas e tratamentos que retardem aspecto do ficar velho e feio. Visando assim desenvolvimento de produtos para uso em todas as idades no sentido de começar a prevenção da velhice cada vez mais cedo prevenindo os sintomas do envelhecimento.


Artigo contido no livro Corpos mutantes: ensaios sobre novas (d) eficiências corporais / organizado por Edvaldo souza Couto e silvana Vilodre Goellner-2.ed.- Porto Alegre:Editora da UFRGS,2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário